Os consumos do Dedra começavam a pesar na carteira e com uma filha a caminho, estava na hora de fazer um downsize para algo mais ‘económico’… Decidi então, em Janeiro de 1997, avançar para a compra do meu primeiro carro novo…. um Fiat Punto 1.2 (75cv) ‘Star’; o 53-83-HV!

 

 Confesso que, apesar de me ter custado horrores a passar de um Dedra para um Punto, a sensação de comprar um carro novo, zero kilómetros, foi bastante agradável e fez-me esquecer alguns dos defeitos que mais saltavam à vista, como por exemplo: a medíocre qualidade de construção ou uma insonorização deficiente…
Se não me falha a memória, o Punto custou menos de 2.400contos (Eur12.000) e o Dedra ainda foi avaliado em 900contos (Eur4.500) à troca.
Sendo uma versão ‘Star’, trazia todo o equipamento que se pode esperar num carro deste segmento, ao que ainda acrescentei o AC manual, jantes de liga leve e um bom rádio.
Os 75cv do pequeno (mas muito espaçoso) Fiat ‘chegavam para as encomendas’ e sou franco em dizer que não notei grande diferença nas performances para o Dedra… obviamente que a diferença de peso ajudava a disfarçar a diferença de potência!
Por se tratar de um pequeno 1.2litros, o ligar do AC tinha uma imediata repercussão nas performances do carro… mas o que é isso comparado com o conforto que se conquista? 

 

Em termos de fiabilidade foi…. digamos…. um Fiat!! As visitas à oficina em período de garantia foram mais do que muitas e, se não estou em erro, a primeira delas foi uma semana depois de o comprar!!
Os ruídos parasitas oriundos das molduras das portas e da chapeleira davam comigo em doido e via-me obrigado a subir o volume do rádio para me tentar abstrair… o que nem sempre era a melhor solução… 🙂
É caso para dizer que o meu primeiro carro novo não foi assim ‘grande espingarda’…. e ao fim de pouco tempo já só pensava em ‘despachá-lo’!!