Não é o maior ícone da Lancia, mas é seguramente, o maior Lancia!
São mais de 5,20m de comprimento (bendita câmara de estacionamento), quase 2.300kg de peso e … 35,85€ de portagem para ir de Lisboa ao Algarve pela A2! Os consumos também são ‘classe 2’, pois para fazer 9ltrs/100 de média é preciso tratar o pedal da direita como se fosse de cristal. Leva 7 passageiros ‘à larga’ e se optarmos pela configuração de 4 poltronas, até uma moto4 cabe na mala!

Quanto a curvar e travar, o melhor é mesmo apostar na antecipação. Suspensões macias são sinónimo de um generoso adornar que pode afligir os estômagos mais sensíveis, mas garantem um conforto de rolamento ímpar. Os 178cv do 2.8CRD vêem-se a cargo com trabalhos forçados, ‘mérito’ de uma caixa automática de 6 velocidades cuja lentidão só é igualada pela suavidade de funcionamento.

Com um nível de equipamento capaz de fazer corar alguns jactos privados, esta Voyager encontra nas Autoestradas e nas longas tiradas ‘a direito’ o seu terreno de eleição. Apesar de algumas vibrações em rotações mais baixas, o 4 cilindros diesel ‘surfa’ um amplo binário de 360Nm em velocidades de cruzeiro e, graças a uma insonorização cuidada, quase que ficamos à espera de ouvir ‘Ladies & Gentleman, this is your captain speaking…’